LOCALIZAÇÃO
Estrada Prefeito Bento Rotger Domingues, 1505 / km37

A Medicina Chinesa e a bebida alcoólica

  • Home
  • Blog
  • A Medicina Chinesa e a bebida alcoólica

De acordo com a medicina chinesa consumir álcool gera no corpo uma tendência a acumular mais humidade e mais calor.
Incapaz de metabolizar os alimentos e os líquidos o organismo torna-se mais susceptível de acumular mais gordura e água, de formar mais edemas e cansar-se com mais facilidade.

O álcool é considerado de temperatura quente, o que significa que energeticamente beber em excesso aquece internamente o organismo deixando o corpo mais seco, irritável e mais agitado.

CERVEJA: Começando com a cerveja, segundo a Medicina Chinesa .
Cerveja é energeticamente fria e refresca o excesso de calor. O sabor é considerado amargo e doce. E quanto mais amarga for a cerveja melhor é para o corpo e menos humidade se forma.
Cerveja preta melhor do que cerveja branca pelo seu sabor amargo mais pronunciado.
Beber demasiada cerveja causa no organismo uma digestão lenta e intestinos mais soltos. Sobrecarrega demasiado o baço e os rins ou na medicina chinesa o sistema digestivo e todo o metabolismo de absorção e excreção de água. Temporariamente beber 1 a 2 cervejas pequenas activa a circulação, hidrata e estimula os rins.

VINHO: Vinho tem uma natureza quente, sendo o vinho tinto “mais quente” que o branco.
Na realidade quando se bebe 1 a 2 copos de vinho tinto as mãos e orelhas ficam logo mais quentes.
Beber vinho activa a circulação e assim como também estimula uma melhor digestão depois de uma refeição mais gordurosa.

Contém resveratrol, um poderoso anti-oxidante para as artérias.
Para se sentir os seus benefícios seria preciso beber bastante vinho, por isso algumas pessoas preferem tomar suplementos.

Alguns tónicos e elixires com plantas chinesas têm como base diferentes vinhos doces, ácidos e amargos consoante as diferentes propriedades e indicações requeridas.

Por exemplo a célebre Ginginha de Óbidos (com o fruta ginja) diz-se que estimula a circulação nas mãos e pés frios, segundo a Medicina Chinesa importante para quem tem frio interno.

BEBIDAS ESPIRITUOSAS

Bebidas espirituosas como gin, vodka, whisky e tequila têm características bem diferentes e mais acentuadas que a cerveja e vinho.
São bastante boas a mover a estagnação e são bastante dispersivas energeticamente – pensar em estagnação como um motor energético a funcionar muito mal e lento.

Assim sendo, todas estas bebidas mais fortes são “muito quentes” (formal muito calor interno) e formam mais humidade que rapidamente se acumula no organismo na forma de produtos tóxicos.

Em Medicina Chinesa tudo o que seja muito quente e húmido (muitos fritos, açúcares refinados, álcool) colocam no organismo e nas suas vias de desintoxicação do fígado uma grande sobrecarga o que gera muito calor interno.

A famosa ressaca do dia seguinte é sobretudo grande desidratação interna.

Todas as bebidas alcoólicas movem a energia, deixam-bos mais bem dispostos, relaxam e deixam as pessoas mais bem dispostas. Mas como em tudo – em Medicina Chinesa também – em pouca quantidade tudo bem, mas em demasia torna-se demais e claro está no meio é que está a virtude.